Como Reduzir O Custo de Aquisição de Pacientes

img-autor Por: WTA3 - Marketing Digital Médico | 30 de Agosto de 2019
Para ter sucesso no próprio consultório, muitas vezes, é preciso ir além da Medicina e pensar como empresário. Se essa conclusão ainda não faz parte das suas intenções profissionais, nós vamos mostrar para você como determinadas estratégias para diminuir o custo de aquisição de pacientes podem fazer diferença na receita da sua clínica. Diminuir o custo de aquisição por paciente é igual a pensar sobre as melhores maneiras, mais acessíveis financeiramente, de atrair mais pacientes para seu consultório. Mas o que será que você faz atualmente para conquistar seus clientes? Geralmente, as formas mais tradicionais são: o famoso boca a boca e entrega de folhetos. Obviamente que, com um atendimento e trabalho de excelência, a indicação do seu consultório, pelos seus pacientes, continua tendo papel relevante; porém, vamos focar o panfleto: quanto você investe e quanto tem de retorno? Ou melhor: quantas pessoas realmente interessadas no seu serviço recebem essa publicidade? Com certeza, não é fácil responder a essas questões. Contudo, utilizando as técnicas do marketing digital, dá para fazer muito mais e acompanhar resultados mensuráveis.

atendimento pelo whatsapp marketing médico

Como trazer pacientes com menos investimento?

De forma geral, essas técnicas focam em ampliar o lucro do seu negócio. Afinal, quem não deseja diminuir os custos e ampliar a cartela de pacientes?

Aquisição de pacientes de forma gratuita

O que uma das vertentes mais fortes do marketing prega é uma nova abordagem aos clientes potenciais de negócios de qualquer ramo. Em vez de entregar, por exemplo, panfletos aleatoriamente, concentre esforços em produção de conteúdo que seja útil quando o paciente potencial (lead) estiver à procura de informações na web. Pode parecer um pouco abstrato, mas vamos explicar como é possível fazer isso, e o melhor: sem pagar nada pela divulgação. O que você irá precisar:
  •         Conhecimento sobre a área de atuação do consultório;
  •         Profissionais adequados para escrever artigos;
  •         Programador;
  •         Site.
Esses são os itens primordiais para colocar em prática o plano de trazer pacientes com menos investimento e de reduzir custo em consultórios.

Blog para diminuir o custo de aquisição de pacientes

Para começar, é fundamental ter um site e anexar a ele um blog: nesse espaço é que serão oferecidas as informações relevantes para o seu público. Esse conteúdo pode ser escrito por você ou por um redator profissional – com quem você irá compartilhar um briefing e seus conhecimentos médicos. Porém, é importantíssimo que o responsável pelo texto domine as exigências do SEO (otimização para mecanismos de busca). É a presença dessas regras, que permitirão que o conteúdo apareça em um bom ranqueamento no Google. Por exemplo, uma clínica da área da oftalmologia, para ampliar o número de cirurgias de catarata, organiza uma campanha com artigos que abranja desde a fase de descoberta da doença: “Quais são os principais sintomas da catarata” até o momento de aquisição do seu serviço, no caso: “Saiba tudo sobre a cirurgia de catarata”. Assim, seu público-alvo, aquele realmente interessado em esclarecer dúvidas sobre doenças oftalmológicas e à procura de atendimento médico, encontrará o seu consultório como referência. Até aqui, explicamos a função do conhecimento, do redator e do site para a estratégia de aquisição de pacientes, por último ficou o do programador. Para converter o lead em uma consulta médica no seu estabelecimento, será preciso ter alguns dados pessoais dele, especialmente o e-mail. E como conseguir essa informação? Oferecendo mais conteúdo relevante! O mesmo paciente potencial que  pesquisou um dos artigos citados anteriormente, pode ter interesse em saber ainda mais, por isso, será disponibilizado nesta página que ele visitou um vídeo ou um e-book com mais informações sobre o tema. Contudo, antes de acessá-lo, será preciso preencher um cadastro, desenvolvido por um programador, com nome, idade, e-mail e telefone ou outro dado que achar relevante. Assim, será possível continuar a jornada de comunicação com o futuro paciente por e-mail ou SMS, apresentando mais conteúdo até o momento de falar da sua clínica e serviços disponíveis.

Complementação: mídia paga

Mantendo o foco em diminuir custo de aquisição de pacientes, também há disponível a mídia paga, ou seja, uma categoria de serviço para impulsionar seus conteúdos, independentemente dos requisitos do SEO. No Google, por exemplo, sua página apareceria no topo do buscador como anúncio pago; já nas redes sociais, sua publicação seria visualizada por um grupo potencialmente interessado nos serviços do seu consultório.

Por que vale a pena o custo de aquisição de pacientes?

Diferentemente dos anúncios em TV, rádio, revistas e até do panfleto, na versão do anúncio pago das redes digitais, você seleciona o público que deseja atingir. Voltando ao exemplo da catarata: a doença atinge pessoas mais velhas, então, você poderia direcionar seu anúncio apenas para o público acima de 55 anos.

Agência de marketing em SP: WTA3

Tudo o que contamos aqui, nós fazemos com muita autoridade na WTA3, uma agência de marketing digital médico em São Paulo. Há 13 anos somos experts em marketing médico! Em nosso portfólio, temos mais de 20 instituições e mais de 100 médicos atendidos em todo o Brasil. Se você está pensando em otimizar recursos no consultório e em fidelização de pacientes, venha investir em marketing médico: nossos planos são customizáveis e cabem no seu budget, independentemente do tamanho do seu negócio. Entre em contato conosco, uma das melhores agências de marketing digital médico de São Paulo: nossos planos se adequam a todos os níveis de necessidade da sua clínica e do seu bolso também.

atendimento pelo whatsapp marketing médico